Em busca do Sucesso

Aqui você começa o seu ciclo para um sucesso absoluto.


Localizada na cidade de Jundiaí (SP), a Mata Ciliar é uma das principais responsáveis na recuperação de aves silvestres. No momento, há cerca de 700 animais esperando para voltar ao seu habitat natural. Recuperar aves vítimas de maus tratos leva tempo e custa caro
Reprodução/TV TEM
As aves da fauna brasileira estão sob constante risco e o tráfico de animais é uma das maiores ameaças em todo o território. Quando um pássaro é recuperado, ele percorre um longo caminho para voltar ao habitat, mas isso demanda tempo, dinheiro, paciência e, na maioria das vezes, acaba tendo que viver longe das matas.
A Serra do Japi, localizada na região de Jundiaí (SP), é nacionalmente conhecida por sua biodiversidade, composta por uma flora exuberante e fauna rica em espécies. É neste “paraíso” que Guto Carvalho, um observador de aves, escolheu morar.
Antes amador, Guto se tornou especialista na recuperação de aves. Com o passar dos anos, ele escreveu livros e catalogou mais de 257 espécies, que podem ser acessadas através de um QR Code, espalhado por alguns pontos da natureza.
“Qualquer pedacinho de mato possui uma infinidade de espécies. Os bichos da mata são parentes, as flores, os pássaros, as árvores. Temos que tratar deles como se fosse a nossa família. Ao estabelecer uma relação de pertencimento, você entende a diversidade de onde habita. É uma fonte infinita de conhecimento”, explica.
Veja a reportagem exibida no programa em 10/03/2024:
Recuperar ave vítima de maus tratos leva tempo e custa caro
Em alguns casos, os animais são resgatados e enviados para a Mata Ciliar, uma entidade sem fins lucrativos que trabalha para a conservação da biodiversidade.
De acordo com a veterinária Júlia Caraça, a instituição abriga mais de 700 aves atualmente, sendo a maioria vítima de tráfico. Quando uma ave chega ao local, há um custo inicial de 250 reais para iniciar o tratamento, valor que pode aumentar em caso de cirurgias.
“Os animais que chegam aqui geralmente possuem lesões. Precisamos levá-los para a clínica, onde é feita toda uma supervisão, avaliando a progressão do seu quadro. Em necessidade de cirurgia, na maioria das vezes, são feitas amputações, devido ao estado das fraturas”, conta.
VÍDEOS: veja as reportagens do Nosso Campo
Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais
Confira as últimas notícias do Nosso Campo
source