Em busca do Sucesso

Aqui você começa o seu ciclo para um sucesso absoluto.


Ministro diz ao blog que iniciativa visa conter especulação de preço após enchentes; RS responde por 70% da produção nacional Carlos Fávaro, ministro da Agricultura, com o presidente Lula
Ricardo Stuckert/PR
O ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, informou sindicatos e associações de produtores rurais do Rio Grande do Sul que sua pasta começou a escrever um edital para a compra, via Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), de um milhão de toneladas de arroz.
O Estado responde por 70% da produção nacional do alimento. Cerca de 80% da safra já havia sido colhida, mas a iniciativa, explicou o ministro aos produtores, visa evitar especulação de preços diante do cenário de isolamento do RS, com o aeroporto da capital fechado e diversas rodovias destroçadas.
Procurado pelo blog, Fávaro explicou que a intenção não é concorrer com os produtores do Rio Grande do Sul, mas sim conter a ação de especuladores.
“Por determinação do presidente Lula, nós vamos agir para evitar especulação em cima do preço. Nenhum atacadista tem estoques para mais de 15 dias. Então nós vamos agir para tranquilizar o mercado”, afirmou.
Dados da Embrapa mostram que o Brasil consome cerca de dez milhões de toneladas de arroz por ano.
O Ministério da Agricultura ainda está avaliando, junto aos produtores, o tamanho do prejuízo para o setor produtivo no Estado.
LEIA MAIS
Enchentes no RS: águas baixam no Vale do Taquari e revelam cenário de devastação; veja vídeo
Entenda como o relevo de Porto Alegre e as ‘marés de tempestade’ travam escoamento
Sul do RS tem alerta de ‘perigo extremo de tempestades’; frente fria pode prejudicar escoamento na capital
source