Em busca do Sucesso

Aqui você começa o seu ciclo para um sucesso absoluto.

Lula pede solução permanente para enchentes no RS
O governo federal vai contratar um estudo de obras de infraestrutura e medidas ambientais para melhorar o escoamento de águas das chuvas de todos os rios que deságuam no Guaíba e também para conter o acúmulo de águas na região de Porto Alegre.
A informação foi dada ao blog pelo ministro dos Transportes, Renan Filho. Segundo ele, a decisão tomada foi a de contratar a mesma agência de desenvolvimento alemã responsável, nos anos de 1960 e 1970, pelo sistema de diques para contenção da água no entorno da capital gaúcha.
O estudo a ser encomendado deve ter três eixos:
como conter a água ainda na serra e vales, como Taquari e Antas;
como aumentar a vazão do Guaíba e Lagoa dos Patos e direção ao mar;
como reforçar o sistema de diques de Porto Alegre e melhorar a rotina de manutenção.
A possível criação de um canal entre a Lagoa dos Patos e o mar é uma das opções a serem estudadas na segunda parte do projeto, afirmou o ministro.
Na primeira etapa, a ideia será investigar e propor, por exemplo, criação de barreiras, reconstruir vegetação na beira dos cursos d’água e até mesmo retirar população de áreas muito próximas dos rios.
Guaíba baixa em ritmo lento e zona sul de Porto Alegre ainda tem vários pontos de alagamentos
Numa segunda etapa do estudo, o foco é aumentar a vazão do Guaíba e da Lagoa dos Patos, de forma a ajudar no escoamento da água que hoje alaga Porto Alegre e arredores, com o canal como uma opção a ser examinada.
A avaliação do sistema de diques para proteção da capital, terceira parte do estudo, será importante para reavaliar alterações necessárias, atualizadas para os novos desafios climáticos, e para indicar como terá que se dar a manutenção do sistema.
source