Em busca do Sucesso

Aqui você começa o seu ciclo para um sucesso absoluto.


A chuva destruiu a infraestrutura necessária para plantar, armazenar e escoar a produção do interior do estado. O programa especial vai ao ar neste domingo (12), às 8h no horário de Brasília. As enchentes arrasam plantações e rebanhos no RS
Uma equipe do Globo Rural está acompanhando o campo no Rio Grande do Sul – agricultura e pecuária. Vai ter um programa especial neste domingo (12).
Um gigante na produção agrícola. O Rio Grande do Sul produz 70% do arroz que a gente consome; 50% da uva, 35% do trigo – isso sem contar soja, milho, feijão, fumo, hortaliças. Ele é gigante também na pecuária. Importante produtor de leite, carnes de frango, porco, boi. Um gigante submerso. A chuva pegou os agricultores na reta final da colheita da soja.
“Essa lavoura fantástica que nós tínhamos na mão se perdeu. As últimas chuvas foram uma coisa assustadora”, conta o agricultor Renato Freitas.
Campos de arroz ficaram debaixo d´água. Faltava colher uns 20% da safra. O agricultor Jairo Fighera, que produz e beneficia o cereal em Santa Maria, conta que o que estava armazenado também se perdeu.
RS: campos de arroz ficaram debaixo d´água. Faltava colher uns 20% da safra
Jornal Nacional/ Reprodução
“Esse arroz aqui está todo encharcado. A tendência dele, essa umidade é subir para o grão seco. No mínimo, tem R$ 1 milhão perdido aqui”, afirma.
A chuva destruiu estradas, galpões, máquinas agrícolas, levou embora a infraestrutura necessária para plantar, armazenar e escoar a produção do interior do estado.
As perdas na criação animal também são incalculáveis.
“A gente está entrando agora no Vale do Taquari pelo município de Lajeado, que eu visitei em setembro do ano passado na última tragédia aqui no Rio Grande do Sul. Uma região que, mais uma vez, é castigada pelas chuvas, uma das mais afetadas por essa situação toda”, conta o repórter Pedro Málaga.
A água baixou revelando um cenário desolador.
“Dessa vez foi para acabar mesmo. Nada não é tão ruim que não possa piorar. Infelizmente é assim”, lamenta o criador de gado Jorge Dienstmann.
Jorge é produtor de leite; conseguiu salvar parte das vacas. Já o criador e aves Fabiano Hauschild perdeu mais de 56 mil frangos que estavam dentro de um galpão. O criador de suínos Marcos Lohmann perdeu parte da lavoura e quase todos os porcos.
“Tu vê os animais morrendo, afogando, e tu não tem o que fazer. Ou nós tentamos nos salvar ou nós tentamos salvar os porcos. Não são dois, três. São 400 poucos. Tu não consegue salvar. Tenho que continuar. E tu não sabes o orgulho quando a roça que começa a ficar verde. Começa a crescer tudo. O orgulho que tu sente de ver a plantação… Desculpa. Vamos erguer a cabeça de novo e enfrentar”, afirma.
LEIA TAMBÉM
Em Arroio do Meio (RS), água baixa e revela cenário de destruição
Mesmo com cheia, muitos moradores de cidades gaúchas atingidas permanecem em casa
Atletas e ex-atletas estão na linha de frente para socorrer as vítimas das enchentes no RS
Mais de 10 mil animais já foram resgatados no Rio Grande do Sul desde o início da tragédia
source